DARPA vai estudar a infraestrutura lunar integrada.

Indústria Espacial

A Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA) está iniciando um estudo para desenvolver um “quadro analítico” para orientar o desenvolvimento de uma infraestrutura lunar integrada ao longo da próxima década.

A DARPA anunciou o projeto de Arquitetura Lunar de 10 Anos, ou LunA-10, em 15 de agosto, buscando ideias tanto de possíveis desenvolvedores de infraestrutura lunar, como energia, comunicações, navegação, quanto de usuários dessas capacidades. A agência planeja selecionar um grupo que trabalhará em conjunto para desenvolver “novas soluções integradas de nível de sistema que abranjam múltiplos serviços” e estejam disponíveis comercialmente até 2035, conforme declarado em um comunicado.

Michael Nayak, gerente de programa da DARPA responsável pelo LunA-10, observou em uma entrevista que muitas empresas estão trabalhando em vários elementos dessa infraestrutura de forma isolada. “Queremos trazer essas empresas para o LunA-10 e formar uma espécie de consórcio”, disse ele. O esforço analisaria formas de combinar esses conceitos, com um exemplo sendo uma unidade de energia lunar que também transmita sinais de comunicação e navegação.

O estudo também definirá um “estado final comercial” para a infraestrutura lunar em 10 anos. “Este é o estado final em que temos uma economia lunar autossuficiente”, disse ele, permitindo que o projeto trabalhe a partir daí para ver quais tecnologias são necessárias para criar isso e identificar lacunas.

Ele descreveu o estudo como dividido “50-50” entre tecnologia e economia. “Quero analisar ambos: uma análise baseada em engenharia e fechamento financeiro.”

Um estudo desse tipo parece estar dentro do mandato da NASA, que vem trabalhando em uma arquitetura detalhada para exploração lunar e marciana, cuja primeira fase foi divulgada em abril. Nayak disse que a DARPA estava coordenando com a NASA nesse esforço, descrevendo o LunA-10 como complementar aos estudos de arquitetura da NASA.

“Nos propusemos a conversar com a NASA, descobrir o que eles estão fazendo, descobrir qual é o plano deles, e então ver se existem outros investimentos complementares que podemos fazer para avançar significativamente o estado da arte que estão em linha com a típica missão da DARPA”, disse ele.

Ele disse que tem trabalhado diretamente com Niki Werkheiser, diretora de maturação tecnológica na Diretoria de Missão de Tecnologia Espacial da NASA, no planejamento do LunA-10 e aproveitando a experiência da agência em tecnologias relevantes.

“As oportunidades de maturação tecnológica são essenciais para o desenvolvimento de capacidades lunares a fim de atender aos objetivos das futuras arquiteturas lunares”, disse Werkheiser no comunicado da DARPA sobre o estudo.

O benefício para a DARPA neste estudo lunar é identificar tecnologias que poderiam ter outras aplicações de segurança nacional. Nayak deu um exemplo de desenvolver tecnologias avançadas de gerenciamento térmico, necessárias para sistemas de energia na lua que também poderiam fornecer serviços de comunicação e navegação, que poderiam ser usados em outros lugares. “Formular problemas assim é o que espero que a comunidade de defesa possa levar ao final disso”, disse ele.

A DARPA enfatizou no anúncio que o estudo está “fundamentado” no Artigo 4 do Tratado do Espaço Exterior de 1967, que declara que a lua e outros corpos celestes serão usados exclusivamente para fins pacíficos e proíbe o estabelecimento de bases militares e testes de armas lá.

A DARPA está solicitando resumos de três páginas, com prazo até 6 de setembro. A agência então solicitará white papers de 10 páginas e apresentações técnicas de alguns dos que enviaram resumos, que deverão ser entregues até 25 de setembro. A DARPA planeja selecionar aqueles que trabalharão no estudo na reunião de outono do Consórcio de Inovação na Superfície Lunar (LSIC), marcada para 10-11 de outubro em Pittsburgh.

Nayak disse que o objetivo do LunA-10 é apresentar um “produto de 80%” do estudo na reunião de abril de 2024 do LSIC, para mostrar “algumas coisas com as quais a comunidade pode refletir e mostrar nosso trabalho”. Um relatório final está previsto para junho de 2024.

Fonte: SpaceNews


1 thought on “DARPA vai estudar a infraestrutura lunar integrada.

  1. Wow, amazing blog layout! How lengthy have you ever been blogging for?
    you make blogging look easy. The total look of your web site is
    excellent, as neatly as the content! You can see similar here dobry sklep

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *