Booster 9 foi removido do Pad orbital para instalação do anel Hot Stage

SpaceX Starship

Após o teste de ignição estática de aparentemente 29 motores Raptor sob o Booster 9, a SpaceX retornou o primeiro estágio do próximo teste de voo para o local de produção. Enquanto isso, a extensão do hot stage ainda está no local de teste de Masseys, enquanto a empresa se prepara para testar a modificação mais significativa para o segundo voo.

O teste de ignição estática foi concluído no domingo, após um teste inicial de “Spin Prime” na sexta-feira. Na transmissão da SpaceX para o evento, foi confirmado que o teste estava planejado para cinco segundos, entre a primeira ignição de um motor Raptor e o desligamento completo. Tanto o sistema FireX quanto o novo sistema de dilúvio foram usados para este teste.

O FireX é um sistema que já estava em vigor no primeiro voo. Ele é usado para afastar bolhas de gás sob o Orbital Launch Mount e foi instalado após a anomalia do “Spin Prime” do Booster 7 meses atrás, onde ocorreu uma explosão em razão do excesso de gas abaixo da plataforma.

O sistema de dilúvio é o novo sistema que foi instalado para evitar danos graves ao local de lançamento em tentativas futuras, depois que o Booster 7 destruiu a maior parte do concreto abaixo do suporte de lançamento durante o lançamento e também danificou várias outras partes da infraestrutura de lançamento, incluindo o campo de tanques e partes do Mechazilla.

Após a ativação do sistema de dilúvio, o Booster 9 disparou 29 de seus motores Raptor contra o concreto abaixo dele. Aparentemente, o sistema de dilúvio funcionou, já que nenhum dano adicional à infraestrutura de lançamento foi observado. No entanto, o teste de fogo estático do Booster 7 também não destruiu a infraestrutura, pois estes testes são realizados com uma duração curta e menos empuxo.

Observando a nuvem que se formou, em comparação com o teste de fogo estático do Booster 7, era visível que a energia foi melhor suprimida pelo novo sistema, pois a nuvem de poeira e vapor formada estava mais baixa e menos energética. Além de um pouco de sujeira voando e uma cerca danificada perto do local de lançamento, parece que nada sofreu danos com este teste.

A SpaceX confirmou que o teste foi interrompido após 2,74 segundos, em vez dos cinco planejados, e que quatro motores Raptor não acenderam corretamente. Portanto, o teste foi realizado com 29 Raptors em vez de 33. Não se sabe se isso se deve a uma falha dos motores Raptor individuais ou se uma peça conjunta entre esses motores foi a razão da falha.

Após o teste, a SpaceX agiu rapidamente, pois o Booster foi removido do Orbital Launch Mount apenas algumas horas depois. Ele foi então transportado pela Rodovia 4 e devolvido ao Local de Produção para mais trabalhos e inspeção. Caso os motores Raptor potencialmente com defeito precisem ser substituídos, a SpaceX também poderia realizar essa substituição neste momento.

Enquanto isso, o anel Hot Stage também poderia ser instalado no Mega Bay.

A nova seção de teste Hot Staging. A etiqueta diz “Hot Stage Load Head”

O anel Hot Stage serve a dois propósitos:

-Primeiro, facilita a separação do booster após lançamento;

-Segundo, em caso de falha do booster, permite uma separação mais rápida e limpa, funcionando como um verdadeiro sistema de escape de lançamento, capaz de abortar desde a plataforma de lançamento até a órbita.

Hot Stage é uma técnica utilizada há décadas pelos soviéticos e russos. Permite que você ligue os motores de um estágio superior enquanto ainda está conectado ao estágio inferior. Isso pode potencialmente permitir que 10% a mais de carga alcance a órbita devido à ausência de pausa no impulso durante o lançamento.

Aqui está como a SpaceX poderia adicionar o estágio hot stage ao Booster #9, prendendo o adaptador e em seguida, usando o adaptador para prendê-lo à nave. Basicamente, um sanduíche. Usando a cúpula no anel inferior, eles poderiam proteger os componentes internos do booster.

O anel hot stage permitirá que os motores da Nave (estágio superior do foguete) sejam iniciados enquanto o Booster ainda dispara seus motores. Isso reduzirá as perdas de gravidade para aumentar a eficiência e a capacidade da Starship, pois ela precisará de menos propelente para seguir até a órbita.

Nave 25 aguardando seu voo no jardim de foguetes. (Crédito: Sean Doherty)

O estágio superior do próximo voo, a Nave 25, ainda está estacionado no “rocket garden” próximo ao local de produção. Após um teste de fogo estático de três Raptors em nível do mar e três no vácuo, a Nave foi transportada de volta para a área de produção. Isso pode estar relacionado a mais trabalhos realizados nela, ou a SpaceX simplesmente quis proteger o estágio superior durante a campanha de Static Fire do Booster 9, afastando-o do evento de alta energia.

Na noite de quarta para quinta-feira, o último dos tanques de água para o novo sistema de inundação também chegou a Boca Chica. Esses tanques fazem parte de uma nova fazenda de tanques construída especificamente para o novo sistema. Os tanques são preenchidos com água e nitrogênio, que são usados para acionar o sistema de inundação.

Booster 9 entrando na Mega Bay. (Crédito: Jack Beyer)

Com este novo sistema, e tanto a Nave 25 quanto o dilúvio sendo testados agora, resta saber se o Booster 9 pode estar pronto em breve para abrir caminho para um “ensaio molhado” (Wet Dress Rehearsal, WDR) e, em seguida, aconteceria o segundo voo da nave estelar nas próximas semanas, caso a FAA conceda uma licença de lançamento.

O ensaio molhado Wet Dress Rehearsal demonstrará a capacidade da equipe de carregar propelente (combustível) criogênico no foguete, realizar uma contagem regressiva de lançamento e praticar a remoção segura de propelentes (ou seja, “esvaziar o tanque” do foguete) na plataforma de lançamento.

Em razão do primeiro teste estático do B9 ter sido realizado com apenas pela metade da duração e com 3 motores Raptor não funcionando corretamente, a SpaceX provavelmente repetirá o Static Fire do Booster 9 em algumas semanas para garantir que o estágio funcione corretamente antes do teste de voo. Isso se torna especialmente provável caso a SpaceX decida trocar vários motores Raptor.

Ilustração da Starship Lunar na Lua.

Jim Free, da NASA, expressou recentemente preocupações quanto ao cronograma de desenvolvimento do módulo de pouso Human Landing System (HLS) que a SpaceX está desenvolvendo com base na infraestrutura da Starship. A utilização do módulo HLS Starship exigirá o desenvolvimento de uma grande infraestrutura, como “Starship Tanquers”, para levar propelente a órbita a um depósito orbital de propelente para reabastecimento em órbita do módulo HLS Starship (ilustração acima) designada para levar e trazer astronautas na Lua.

Atualmente, a missão tem como alvo o final de 2025, mas, considerando que tanto a Starship quanto os trajes de astronautas são itens críticos, ainda está para ser determinado se a missão pode seguir conforme o planejado. Free sugeriu a possibilidade de repensar a terceira missão Artemis e adiar um possível pouso na Lua para para 2026.

A SpaceX planeja realizar uma missão de demonstração do seu módulo de pouso nos próximos anos para mostrar à NASA o desempenho e a confiabilidade da infraestrutura de pouso.

O trabalho também foi retomado no Orbital Launch Mount, e a SpaceX começou a instalar plataformas de trabalho e andaimes novamente no local depois que o Booster 9 saiu da área. Isso pode estar relacionado a inspeções ou significar que ainda há trabalho a ser feito na plataforma de lançamento antes que possa dar suporte total ao segundo voo de um foguete.

Além do próximo conjunto de lançamento, a SpaceX está progredindo bem nas campanhas de testes de veículos que podem ser usados no terceiro voo e além. O Booster 10 e a Nave 28, possivelmente o próximo conjunto de lançamento, foram testados no local de testes de Masseys.

Pátio de produção com a nova baía quase completa. (Crédito: Jack Beyer)

O próximo passo é a instalação dos motores Raptor em ambos os veículos para prepará-los para suas campanhas de teste no Orbital Launch Mount para o Booster 10 e nas plataformas de teste suborbitais para a Nave 28 para os testes de ignição estática.

As Naves 29 e 30 também estão progredindo bem no High Bay, sendo que a Nave 29 já está na altura total, e a Nave 30 se juntará a ela em breve. A SpaceX ainda não confirmou a ordem em que as naves podem ser lançadas, e no passado, alguns veículos foram pulados, mas a SpaceX poderia suportar uma cadência rápida de voos assim que o pad orbital estiver pronto para suportar um lançamento.

No que diz respeito à infraestrutura terrestre, a SpaceX está progredindo bem na grande reformulação do local de produção em Boca Chica. A expansão da nova Starfactory, que substituirá a maior parte da infraestrutura de tendas existente, já está bem encaminhada e está gradualmente recebendo segmentos de telhado e paredes.

O novo Mega Bay está quase concluído do ponto de vista estrutural, e o próximo passo será o equipamento da baía com revestimentos e hardware necessário para prepará-la como um futuro centro de trabalho para o trabalho do Super Heavy Booster.

Fonte: NasaSpaceFlight


11 thoughts on “Booster 9 foi removido do Pad orbital para instalação do anel Hot Stage

  1. Wow, amazing blog format! How lengthy have you been blogging for?
    you make running a blog look easy. The entire glance of your web site is wonderful, as well as the content!
    You can see similar here dobry sklep

  2. Hello! I’m at work surfing around your blog from my new iphone 4!
    Just wanted to say I love reading through your blog and look
    forward to all your posts! Carry on the great work!

    I saw similar here: E-commerce

  3. Hi! Do you know if they make any plugins to
    assist with Search Engine Optimization? I’m trying to get my blog
    to rank for some targeted keywords but I’m not seeing very good gains.

    If you know of any please share. Many thanks! You can read similar
    art here: Dobry sklep

  4. Hey! Do you know if they make any plugins to assist with Search Engine Optimization? I’m trying to get my blog to rank for some targeted keywords
    but I’m not seeing very good results. If you know of any please share.
    Kudos! You can read similar blog here: Najlepszy sklep

  5. Howdy! Do you know if they make any plugins to help with SEO?

    I’m trying to get my blog to rank for some targeted keywords but I’m not seeing very good results.
    If you know of any please share. Appreciate it!
    You can read similar art here: Sklep internetowy

  6. Hey there! Do you know if they make any plugins to assist with
    Search Engine Optimization? I’m trying to get my blog to rank for some targeted keywords but I’m not
    seeing very good gains. If you know of any please share.
    Thank you! You can read similar text here: Dobry sklep

  7. Hey there! Do you know if they make any plugins to assist with Search
    Engine Optimization? I’m trying to get my website to rank for some targeted keywords
    but I’m not seeing very good success. If you know
    of any please share. Kudos! I saw similar blog here: Scrapebox AA List

  8. Howdy! Do you know if they make any plugins to assist with
    SEO? I’m trying to get my website to rank for some targeted keywords but I’m not seeing very good gains.
    If you know of any please share. Thank you! You can read similar text here: Scrapebox AA List

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *