A maioria dos mundos semelhantes à Terra ainda não nasceram, segundo estudo

Astronomia

A Terra chegou cedo para a festa no universo em evolução. De acordo com um estudo teórico, quando o nosso sistema solar nasceu, há 4,6 bilhões de anos, existiam apenas 8% dos planetas potencialmente habitáveis que alguma vez se formarão no Universo. E a festa não terminará quando o sol se apagar daqui a 6 bilhões de anos. A maior parte desses planetas – 92% – ainda não nasceram.

Esta conclusão baseia-se numa avaliação de dados recolhidos pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA e pelo prolífico observatório espacial Kepler, que procura planetas.

“Nossa principal motivação foi compreender o lugar da Terra no contexto do resto do universo”, disse o autor do estudo, Peter Behroozi, do Space Telescope Science Institute (STScI) em Baltimore, Maryland, “em comparação com todos os planetas que um dia se formarão no universo, a Terra é, na verdade, bastante primitiva.”

Olhando para longe e para trás no tempo, o Hubble deu aos astrónomos um “álbum de família” de observações de galáxias que narram a história da formação estelar do Universo à medida que as galáxias cresciam. Os dados mostram que o Universo estava a produzindo estrelas a um ritmo acelerado há 10 bilhões de anos atrás, mas a fracção do hidrogénio e do gás hélio do Universo envolvida era muito baixa. Hoje, o nascimento de estrelas está a acontecendo a um ritmo muito mais lento do que no passado, mas há tanto gás restante disponível que o Universo continuará a cozinhar estrelas e planetas durante muito, mas tempo mesmo.

“Há material remanescente suficiente [após o big bang] para produzir ainda mais planetas no futuro, na Via Láctea e além”, acrescentou a co-investigadora Molly Peeples do STScI.

O estudo planetário do Kepler indica que planetas do tamanho da Terra na zona habitável de uma estrela, a distância perfeita que poderia permitir água em estado líquido na superfície, são onipresentes na nossa galáxia. Com base na pesquisa, os cientistas prevêem que deveria haver atualmente 1 bilhão de mundos do tamanho da Terra somente na Via Láctea, uma boa parte deles supostamente rochosos. Essa estimativa dispara quando você inclui os outras 100 bilhões de galáxias no universo observável.

Isto deixa muitas oportunidades para que surjam no futuro incontáveis ​​planetas do tamanho da Terra na zona habitável. Não se espera que a última estrela se extinga antes de 100 trilhões de anos. É tempo suficiente para que literalmente qualquer coisa aconteça na paisagem do planeta.

Os investigadores dizem que é mais provável que as futuras Terras apareçam dentro de aglomerados de galáxias gigantes e também em galáxias anãs, que ainda não utilizaram todo o seu gás para construir estrelas e acompanhar sistemas planetários. Em contraste, a nossa galáxia, a Via Láctea, consumiu muito mais gás disponível para a futura formação estelar.
Uma grande vantagem para a nossa civilização que surgiu no início da evolução do universo é a nossa capacidade de usar telescópios poderosos como o Hubble para traçar a nossa linhagem desde o big bang até à evolução inicial das galáxias. A evidência observacional do big bang e da evolução cósmica, codificada na luz e outras radiações electromagnéticas, será praticamente apagada daqui a 1 bilião de anos devido à expansão descontrolada do espaço. Quaisquer civilizações num futuro distante que possam surgir não terão a menor ideia de como ou se o universo começou e evoluiu.

6 thoughts on “A maioria dos mundos semelhantes à Terra ainda não nasceram, segundo estudo

  1. I sincerely admired what you’ve produced here. The sketch is elegant, your written content chic, yet you appear to have developed some anxiety regarding what you aim to offer thereafter. Certainly, I shall return more frequently, just as I have been doing almost constantly, should you uphold this incline.

  2. I sincerely admired what you’ve produced here. The sketch is elegant, your written content chic, yet you appear to have developed some anxiety regarding what you aim to offer thereafter. Certainly, I shall return more frequently, just as I have been doing almost constantly, should you uphold this incline.

  3. I sincerely enjoyed what you’ve accomplished here. The sketch is fashionable, your written content chic, yet you appear to have developed some apprehension regarding what you aim to offer thereafter. Certainly, I shall return more frequently, just as I have been doing almost constantly, should you uphold this upswing.

  4. I genuinely relished what you’ve produced here. The outline is elegant, your written content trendy, yet you appear to have obtained some anxiety regarding what you wish to deliver thereafter. Assuredly, I will return more frequently, akin to I have almost constantly, provided you maintain this incline.

  5. I truly relished the effort you’ve invested here. The design is tasteful, your authored material fashionable, however, you seem to have acquired some unease about what you intend to present henceforth. Undoubtedly, I’ll revisit more regularly, similar to I have nearly all the time, in the event you sustain this rise.

  6. I truly savored what you’ve accomplished here. The sketch is elegant, your authored material trendy, however, you seem to have developed some trepidation about what you aim to offer next. Certainly, I shall revisit more regularly, just as I have been doing nearly all the time, in case you uphold this ascension.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *